Notícias

O que fazer com a coceira no ouvido? Conheça as causas e tratamentos

por no Categorias 12/05/2020

A coceira nos ouvidos é uma queixa muito comum, e pode causar bastante desconforto, irritação e dor. Suas causas podem envolver eczemas, dermatites, fungos e alergias, e para cada tipo de causa existe um cuidado necessário. Colírios, antibióticos e seringas, por exemplo, são opções de tratamento que podem parar com essa sensação de coceira.

Por se tratar de uma enfermidade aparentemente inofensiva, é comum que se coce constantemente os ouvidos, podendo causar ferimentos e, como consequência, causar prejuízo para a sua audição, principalmente se você é daqueles que utilizam objetos como hastes flexíveis, grampo ou chaves para acabar com a coceira.

Saiba que esse hábito tão comum é extremamente perigoso e pode causar sérios danos à fina membrana do seu tímpano. Se isso acontecer, há casos em que somente a cirurgia vai resolver.

As hastes flexíveis, por exemplo, podem empurrar a cera, que vai se compactando e forma uma espécie de rolha. Próxima ao tímpano, ela impede que as ondas sonoras o façam vibrar, causando um tipo de surdez.

No decorrer desse texto, apresentaremos o que pode causar a sensação de coceira no ouvido para que você saiba o momento exato de buscar auxílio profissional.

Quais são as causas da coceira no ouvido?
É muito importante entender os reais motivos da coceira, pois os tratamentos são diferentes dependendo da causa.

Infecções de ouvido
A coceira no ouvido pode ser sinal de infecção. Um resfriado, uma gripe ou até o acúmulo de água no canal auditivo podem contribuir para uma infecção auditiva. Nesses casos é necessária a intervenção médica para lidar com esses problemas. Isso porque a infecção deve ser tratada exclusivamente com remédios que combatem os agentes causadores.

Orelhas secas
A cera de ouvido é um óleo natural do corpo que hidrata e protege o canal auditivo. Acontece que algumas orelhas não produzem cera suficiente e, como resultado, a orelha fica seca e pode apresentar descamação.

A cera e o óleo produzido pelo organismo auxiliam na limpeza e na saúde auditiva. Dessa forma, exagerar na limpeza dos canais prejudica essa produção natural e, consequentemente, causa o ressecamento.

Além disso, existem pessoas que não conseguem produzir a quantidade mínima de cera e óleo e isso também acarreta no ressecamento auricular. Nessas situações é comum apresentar pequenos pedaços de pele seca ao redor da orelha.

Portanto, se você tem o costume de fazer limpeza no ouvido, comece a evitar essa prática e a coceira desaparecerá. Agora, se você possui essa baixa produção de fluidos, a qual impede a hidratação natural do canal auditivo, procure um especialista para que ele receite o tratamento específico para seu caso.

De qualquer modo, o melhor tratamento para aliviar a coceira em orelhas secas é parar de remover a cera e proteger os ouvidos em ambientes agressivos como dias muito quentes, frio, ventanias.

Acúmulo de cera
O excesso de cera de ouvido também pode causar coceiras na região. Não é recomendável usar objetos pontiagudos ou hastes de algodão para remover a cera. Isso pode ferir o ouvido e causar muitas complicações.

Ao invés disso, opte por tratar o excesso de cera com glicerina ou gotas de óleo, como o azeite de oliva. Isso ajuda a acalmar a coceira e amolecer o cerume que acaba sendo removida sozinha.

Alergias
Soja, peixes, frutos do mar, trigo, nozes e leite podem causar reações alérgicas em algumas pessoas. E, alguns dos efeitos colaterais dessa reação, é a coceira no rosto e no ouvido.

Além deles, outros alimentos como a avelã, semente de girassol, amêndoa e até frutas como a maçã, melões, kiwi, cereja e a banana também podem ser responsáveis por um tipo de reação alérgica: a síndrome da alergia oral – alergia relacionada ao contato com o pólen e que costuma causar coceira na boca e ouvido.

Entretanto não são só alimentos que causam alergias. Componentes químicos como perfumes, produtos de limpeza e outros aromas podem causar essa sensação. Portanto faça check ups periódicos para conhecer seu corpo e, assim, evitar o contato com alimentos e componentes que provocam reações alérgicas em você.

A coceira é um sistema comum de alergias e quando acontece no ouvido pode ser um dos primeiros sinais de uma reação alérgica a um alimento, medicamento ou alergias sazonais que acontecem somente em um período do ano quando determinada substância ao qual você é alérgico está no ar.

Medicamentos anti-histamínicos ou vacinas contra alergia costumam ser recomendados pelos médicos nessas situações.

Bloqueio de cera
A cera produzida pelo ouvido serve para, além de não deixar o ouvido seco, retirar bactérias, vírus, detritos e células mortas para fora do corpo. Porém o acúmulo de cera pode bloquear o canal auditivo.

Esse bloqueio, ocasionado tanto pela produção excessiva quanto pela inserção de um objeto estranho no canal, leva à coceira. Portanto, se você estiver com o ouvido entupido, procure um otorrinolaringologista para que ele possa fazer a limpeza sem prejudicar sua saúde auditiva.

Problemas de pele como o eczema seco
Algumas condições da pele como dermatite, eczema e psoríase, podem afetar o canal auditivo causando coceira e ressecamento da pele.

Esses problemas de pele devem ser tratados por um dermatologista que vai definir o plano de tratamento. Em muitos casos, são indicados óleos para o canal auditivo ou creme esteroide.

Irritação causada por aparelhos e fones
Aparelhos auditivos e fones de ouvido também podem causar uma coceira na região devido ao atrito ou retenção de água no canal auditivo. Nesses casos, a colocação e cuidados adequados com os aparelhos auditivos e a interrupção do uso de fones podem corrigir o problema.

A coceira no ouvido raramente é um problema auditivo grave. No entanto, se o incômodo não estiver relacionado com as orelhas secas ou excesso de cerume, não deixe de se consultar com um médico para entender a causa e realizar o tratamento correto.

Estou com coceira no ouvido, posso coçar?
Caso você sinta coceira no ouvido, não utilize objetos como cotonetes, grampos ou algum tipo de líquido não farmacêutico, pois eles poderão ferir a fina camada da membrana timpânica podendo acarretar até em seu rompimento.

Se a coceira persistir e/ou vier acompanhada de secreções, não exite em procurar um especialista. Afinal, apenas ele poderá fornecer as orientações para o tratamento ideal.

Assim, caso você apresente quadros alérgicos ou de infecção, o uso de remédios prescritos pelos médicos serão os únicos responsáveis por aliviar a coceira.

Cuidado: coçar o ouvido pode ter consequências
Como já citamos, dentro do ouvido existe uma camada de cerume (cera). Portanto, ao coçá-lo, você pode causar o entupimento do canal auditivo e até gerar infecções auriculares. Além disso, coçar o ouvido também pode levar ao rompimento do tímpano. Ou seja, rasgar o tecido que separa o canal auditivo do ouvido médio, o que pode levar até à perda auditiva temporária.

Coceira pode resultar em otites
Pacientes com coceira nos ouvidos, descamação, ou com acúmulo abundante de cera, mais facilmente desenvolvem uma otite. De maneira geral, recomenda-se consultar um otorrinolaringologista antes de usar qualquer receita caseira ou antes do período de praia e piscina para exame e provável remoção de cera e descamações do canal do ouvido.

Alergias também estão relacionadas às otites. É que, além dos olhos e do nariz, a tuba auditiva, canal que liga o ouvido médio à faringe, também é afetada pelas irritações.

Quando a inflamação e o muco nasal são gerados nas vias respiratórias, são comuns os casos de dor de ouvido. Por isso, a prevenção é importante porque evita doenças futuras.

Como prevenir coceira no ouvido?
Primeiramente, mantenha consultas regulares com o médico para check-ups que ajudarão a prevenir as infecções e coceira. Jamais utilize objetos como grampos, clipes de papel, bolas de algodão, cotonetes ou qualquer outro método caseiro de limpeza do ouvido, pois podem causar complicações.

Controlar a quantidade de cera no ouvido por meio de colírios e seringas devidamente aprovadas pelo médico, proteger o ouvido ao nadar e usar joias antialérgicas também poderão ajudar a evitar infecções que levarão a coceira no ouvido.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Carrinho